Home Blog Page 3

Pessoas que chamam a ciência de “cartesiana” e “positivista” são cotadas para o prêmio Nobel de Filosofia

3

Não é de hoje que a The University of Facebook vem formando uma série de profissionais nas áreas de economia e política. Agora, de forma não surpreendente, o Facebook também está formando profissionais na área de filosofia e tecnologia, e são eles os candidatos para o prêmio Nobel.

Em uma série de publicações contra a pseudociência, realizadas por uma página promotora da ciência e do pensamento crítico, filósofos de Facebook comentaram, fazendo alusão à ciência, de que ela é “cartesiana e positivista”, porque, segundo um dos autores, “a ciência está fechada em um dogma materialista que cega os cientistas”.

Esses filósofos endossam o filosofismo, que é a crença de que a filosofia pura é mais confiável do que a ciência. Eles atacam qualquer descoberta científica que afirme existir alguma diferença biológica entre os gêneros, porque, segundo uma das ativistas do movimento, “a biologia é coisa do século passado“. Para eles, o construtivismo social, a crença de que a verdade científica é uma construção social, é o princípio filosófico mais profundo para explicar toda a realidade.

Para esses filósofos, a ciência seria cartesiana, porque usa a matemática para exatificar o comportamento individual e social, algo que, segundo eles, não seria possível, porque os seres humanos são subjetivos. Por esta razão, coisas como a neurociência social, a neuromatemática, a psicologia social e a sociologia matemática não seriam nem ao menos concebíveis.

Os filosofistas acreditam que as suas crenças estão acima das evidências científicas. Assim, de maneira convincente, tal como um matemático quando assume um conjunto de axiomas, eles asseguram que suas crenças são evidentes.

Quando são confrontados às evidências, eles asseguram que a “verdade depende do contexto histórico e social”, e, portanto, “todo sujeito deve construir a sua própria verdade”. Assim, eles justificam o seu construtivismo social e a acusação de cartesianismo na ciência moderna.

Em suas críticas mais conhecidas, os filosofistas acusam ainda a ciência de ser positivista. Em especial, eles acreditam que o problema da ciência é a sua preocupação com a objetividade e o rigor sintático, algo que é tratável através da lógica-matemática.

Para os filosofistas, devemos: (a) abraçar o mistério da mente humana, porque o espírito é a força motriz – isto é, a consciência humana (misticismo); (b) descartar qualquer pretensão de objetividade nos estudos sociais para abraçar alguma forma de subjetivismo, porque o comportamento individual e social é subjetivo (subjetivismo); (c) tratar todas as formas de conhecimento como igualmente válidas (relativismo epistemológico), porque (I) o conhecimento milenar é usado até hoje, (II) a ciência não sabe tudo, (III) tudo que era ciência agora é pseudociência, (IV) a ciência matou negros e pobres (eugenia e darwinismo social) e (V) a ciência criou a bomba atômica.

Apesar desses pensadores estarem sendo cotados para o prêmio Nobel de Filosofia, acredito que eu deva alertar o leitor desavisado de que acredito que suas ideias sejam completos disparates contra a ciência e a inteligência humana. Porque eles ignoram que: (a) a matemática também trabalha com probabilidades, assim como a mecânica quântica; (b) a sociologia matemática consegue quantificar informações de certos comportamentos através do auxílio de ferramentas de Big Data e Data Science para construir modelos matemáticos precisos; (c) existem modelos computacionais e matemáticos do comportamento e do cérebro humano no campo da psicologia e neurociência; (d) o materialismo é o princípio filosófico que, junto com o realismo científico, favorece a investigação científica, porque, ao pressupor que a realidade é cognoscível, instiga a curiosidade do pesquisador na busca de explicações profundas – apesar de serem imperfeitas, são melhoráveis – sobre a realidade; (e) o positivismo lógico é uma corrente filosófica que está morta, e o seu problema não é o de ser a pioneira na análise conceitual e elucidação das teorias científicas através da lógica e matemática, mas o de pressupor a eliminação da metafísica (ou ontologia) no papel da ciência (ou seja, eliminar a clarificação de conceitos usados na ciência, tal como “espaço”, “tempo”, “propriedade”, “realidade”, etc.) e aderir ao antirrealismo sob a influência do fenomenalismo de Hume, Kant e Berkeley; (f) o fato da ciência não saber tudo, não significa que não sabemos nada, ou que não existem falsidades, ou que não temos verdades parcialmente verdadeiras sobre a realidade, ou que devemos abraçar qualquer crença, por mais absurda que seja, por razões estéticas, emocionais ou falta de evidência; (g) a eugenia e o darwinismo social começaram nos Estados Unidos, e não na Alemanha nazista, apesar de serem hipóteses, inicialmente baseadas em interpretações equivocadas da teoria da evolução por Francis Galton e Herbert Spencer, e discutida por pesquisadores da época nos primórdios da antropologia evolucionista, elas nunca alcançaram o status de teorias científicas. Em resumo, o problema não foi a ciência, mas a política, porque os seus adeptos abraçaram hipóteses sem comprovações experimentais, que acabaram mostrando-se falsas; (h) existem diferenças profundas entre ciência e tecnologia, que são discutidas no campo da filosofia da ciência e da tecnologia. A bomba atômica é o resultado do mau uso da tecnologia, e não da ciência, em uma sociedade ética e politicamente decadente.

Nota do Autor

A única mentira é o fato de que os filosofistas irão receber algum prêmio equiparável a um Nobel. No melhor dos casos, eles são falastrões que deturpam a ciência e subestimam a inteligência humana através de jargões acadêmicos. Por esta razão, não confie nas pessoas que chamam a ciência de “cartesiana” e “positivista”, porque, como diria Jesus Cristo, “eles não sabem o que fazem”.

Revelado o segredo para fazer parte da comissão secreta da NASA

1
Adolf Hitler, cientista político da NASA, cumprimenta um extraterrestre do planeta Nibiru.

Em um artigo publicado na Vixra, periódico de ciência secreta da NASA, os cientistas revelaram o segredo para fazer parte da comissão secreta da NASA.

O segredo, mantido em segredo durante 50 anos, revela os passos para que um pesquisador ingresse nos projetos secretos da NASA (por exemplo, o projeto Engenharia Reversa de Discos Voadores e a Comissão de Avaliação de Relatos Astrológicos de Civilizações Extraterrestres).

Os seguintes passos, criados pelos assessores do ex-presidente dos Estados Unidos da América, incluem:

  1. Sacrificar um bode em cima de um pentagrama invertido
  2. Ouvir o disco da Xuxa ao contrário
  3. Ser maçom grau 33
  4. Chamar o Bolsonaro de Mito
  5. Ser graduado em ufologia
  6. Ser assinante da revista UFO
  7. Filmar discos voadores com uma Tekpix
  8. Entrar em contato telepático com seres extraterrestres
  9. Fazer uma viagem astral até Vênus
  10. Fazer uma suruba maçônica
  11. Ser terraplanista (porque a Terra, sim, é plana!)
  12. Descartas critérios epistemológicos que classifiquem a astrologia como pseudociência (conhecimento milenar é ciência)
  13. Ser abduzido por um extraterrestre cinza
  14. Tomar leite de uma vaca abduzida
  15. Repetir frases como “imposto é roubo!”
  16. Fumar folha de bananeira
  17. Usar foto oculta do Sagan em cima de um bode
  18. Denunciar a ameaça reptiliana no planeta Terra
  19. Compactuar com o fato de que o homem nunca foi a Lua (porque a banda Van Halen, que faz músicas no espaço, fixou um cinturão de asteroides ao redor da Terra)
  20. Denunciar a arqueologia como pseudociência (afinal, sabemos que foram os extraterrestres que construíram todas as pirâmides existentes)

O pesquisador da NASA, Chris Redfield , assegura que uma graduação em teologia aumenta as chances do convocação para a comissão secreta da NASA. Além disso, Claire Redfield, cientista de dados ocultos da NASA, prevê que as vagas para novos candidatos seja encerrada até a próxima data de fim de mundo, segundo alguma civilização antiga.

NASA lança primeiro satélite sem fio

1

A NASA anunciou nesta sexta-feira que lançou com sucesso seu primeiro satélite sem fio em órbita.

“O lançamento e a implantação aconteceram normalmente, e agora nossa embarcação Wireless 1 parece estar funcionando e se comunicando nominalmente sem o auxílio de um cabo de satélite padrão de 22.000 milhas”, disse Sandra Smalley, diretora da Divisão de Agências Conjuntas, explicando que, pela primeira vez, um satélite da NASA foi capaz de manter contato com a tripulação no chão sem ficar conectado diretamente a um computador e fonte de energia em sua plataforma de lançamento.

“Percorremos um longo caminho desde 1958, quando os nossos satélites só conseguiam completar uma ou duas órbitas antes que suas cordas se enrolassem ao redor da Terra e caíssem de volta no chão. Agora, com esta nova tecnologia revolucionária, temos realmente o potencial de eliminar completamente a tarefa de trabalho intensivo de desamarrar satélites cujos cabos têm atravessado caminhos e ficados amarrados até nós,” completa Smalley.

Se bem sucedida, Smalley acredita que os avanços na tecnologia sem fio devem ser transferíveis para as sondas espaciais de agência, libertando a NASA de ter que continuamente desprender bilhões de milhas de fios, como tem vindo a fazer durante décadas com a Voyager 1 e 2.

Pesquisadores do CERN pedem desculpas pela destruição de 5 universos paralelos em experimentos recentes

11

Expressando profundo pesar pelo incidente catastrófico ocorrido no Grande Colisor de Hádrons (LHC), funcionários da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, também conhecida como CERN, realizaram uma conferência de imprensa na segunda-feira para pedir desculpas pela destruição de cinco universos paralelos em uma experiência recente.

“Lamentamos informar que na condução de pesquisas envolvendo colisões de alta potência entre prótons, inadvertidamente causamos a implosão de cinco universos quase idênticos aos nossos”, disse a Diretora Geral do CERN, Fabiola Gianotti, acrescentando que bilhões de pessoas no mundo podem ter experimentado uma viagem momentânea por volta das 9h45 como resultado de várias de suas identidades alternativas sendo apagadas da existências.

“Eu gostaria de enfatizar que não há necessidade para qualquer preocupação, pois fomos capazes de conter os danos antes que nosso próprio fluxo de tempo se desintegrasse como os outros. Além disso, para realizar uma outra pesquisa, o LHC deverá ser encerrado até o final da tarde.”

No momento da conferência de imprensa, uma equipe de pesquisadores do CERN em um universo paralelo estava se preparando para realizar exatamente a mesma experiência.

A casa caiu para a NASA

49

Após várias tentativas com cálculos quase impossíveis e métodos inovadores, Carlos Sagaz, um físico teórico da terraplana conseguiu, de forma bem elaborada e inovadora, refutar todos os físicos da história e colocou a NASA (sigla em inglês: National Aeronautics and Space Administration – Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) contra a parede para a população de todas as nações. O atual presidente dos Estados Unidos fará uma audiência ao vivo em nível global explicando o mal entendido histórico.

Após muita tentativa com a FBI e negociação direta com o Presidente, nós, da Cienciacionalista, conseguimos ter acesso à imagem:


Obs.: Essa imagem é exclusiva e mostrada em primeira mão para a sociedade.

O físico teórico, Stephen Hawking disse que por essa ele não esperava e que, a partir de agora, vai rever todos seus conceitos matemáticos. Algumas universidades importantes estão entrando em crise após essa descoberta – rasgando livros históricos como o “Principia Mathematica”, “Philosophiae Naturalis Principia Mathematica” e descartando alguns postulados de Albert Einstein.

Zumbis podem ser úteis na criação de energia ilimitada

0

Até a 5 ª temporada de The Walking Dead, o apocalipse zumbi já dura pelo menos 2 anos. E mortos-vivos continuam andando. Veja os zumbis, claramente sem se alimentar por anos, mas ainda assim agarrando e atacando qualquer um que passe.

Por que ninguém vê o que isso significa? Eles estão isentos das regras da física! A lei de conservação da energia não se aplica a eles. Eles simplesmente continuam andando, sem consumir uma caloria sequer, por anos a fio. Os mortos são um milagre que pode salvar o mundo.

De acordo com o Marks’ Standard Handbook for Mechanical Engineers, décima primeira edição, um trabalhador saudável e bem alimentado gera em média de cerca de 80 watts de energia mecânica ao longo de um turno de 8 horas. Os zumbis podem não ser tão rápidos quanto os seres humanos, mas eles não param. Digamos que eles gerem 50 watts, e eles fazem isso por 24 horas por dia.

O consumo médio de energia de uma casa é de cerca de 2 quilowatts. Supondo que o lar médio contém quatro pessoas, você precisaria de cerca de 10 zumbis por pessoa – o que, a julgar pela profusão deles no programa, você poderia conseguir muito facilmente.

Coloque todos eles em uma esteira gigante em algum lugar com um humano de aparência suculenta para perseguir na frente, e deixe-nos marchar. Pronto! Você não dependerá mais de combustíveis fósseis ou energia importada. Não precisamos mais discutir sobre turbinas eólicas e usinas nucleares. Temos apenas energia zumbi limpa, verde e amiga do clima.

Peça chave da inteligência dos EUA, jovem que usa 20% do cérebro, quer ser o próximo Snowden

0

Segundo uma fonte segura do WhatsApp, um jovem hacker de 23 anos com pseudônimo criativo de Jack X, que diz usar 20% do cérebro – o dobro do que dizem por aí-, estaria interessado em imitar o dissidente e dedo-duro (quase esquecido) Edward Snowden ao publicar segredos militares do governo estadunidense. Jack X afirmou que com suas habilidades superiores de raciocínio lógico-matemático muitas operações foram realizadas com sucesso tais como: obter a localização de Bin Laden para matá-lo, a prevenção de ataques terroristas contra o presidente Obama, quebrar o sistema de senhas da Netflix e até mesmo uma blindagem virtual contra a instalação do Baidu.

Procuradas por nossa equipe, autoridades americanas desmentiram a existência de qualquer agente tão jovem e habilidoso em suas agências de inteligência, em nota elas argumentaram contra qualquer Jack X: “Primeiro que não existem maneiras eficazes de se lidar com o Baidu. Segundo que a história dos 20% do cérebro não é verdade: neurocientistas ainda não encontraram em seus testes os tais 90% de regiões subutilizadas do cérebro, não faz sentido a alta demanda energética para um órgão supostamente tão ineficiente, e mesmo danos cerebrais ‘pequenos’ possuem consequências sérias, esse Jack X precisa usar melhor os 100% do que tem”.

Jack X diz não temer por retaliações, ele teria alguma espécie de dossiê que ficará público caso desapareça revelando segredos de parcerias entre o governo americano e as redes globais de fast food. Enquanto isso, ficamos na expectativa de muitas coisas. Será que Jack X nos enviará os resultados de sua Eletroencefalografia (EEG)? Será que os hambúrgueres que comemos realmente nos fazem mal? Será que o Baidu tem instalação imparável? São cenas dos próximos episódios da espionagem da vida quase real.

A afirmação de que números são apenas números causa intriga entre matemáticos e numerólogos

0

No último congresso “Numbers and Universe”, um grupo de numerólogos que, por acaso, gosta de matemática ficou com os nervos à flor da pele ao ouvir um palestrante soltar a simples afirmação de que números são apenas números.

Ouvimos Goras Carrey, simpatizante da numerologia: “Números têm muito poder! O ’23’ é achado nos nomes de pessoas influentes, se o número é primo, você deve somar os dígitos, se der par é um bom sinal”. Em seguida, Carrey pediu o nome completo do entrevistador para fazer uns cálculos e isso dá outra longa história (no futuro se o repórter quiser compartilhar seu “perfil numérico” ele falará no próprio blog pessoal).

Já o matemático cético Georg Bert alegou: “Os únicos números importantes para o destino são os da loteria, e bem, seu eu soubesse quais são eu estaria num hotel luxuoso em alguma ilha do Caribe. De resto, temos vários sistemas numéricos e diferentes representações”.

Vamos traduzir a fala do Bert: os símbolos e suas regras de uso podem variar ao longo da história e dos povos para representar a mesma quantidade, além de que com os mesmos dígitos podemos usar diferentes bases, um exemplo, com os já nossos conhecidos algarismos Indo-Arábicos (palavra elegante para símbolo numérico) de 0 a 9 podemos escrever “101” que pode ser cento e um na base decimal [(1 x 100) + (0 x 10) + (1 x 1)] ou cinco na base binária [(1 x 4) + (0 x 2) + (1 x 1)]. Tomara que essa diferença entre bases numéricas explique o troco errado da padaria…

Alguns numerólogos rebateram Bert dizendo que o número pi continua místico, mas a partir daí as baixarias do confronto nem dá para contar!

Novo avanço: conheça a cirurgia de mudança de signo!

3

Um grupo de especialistas em astrologia notou que a radiação de alguns aparelhos eletrodomésticos poderia ser intensificada para afetar, segundo eles, a idade celular da pessoa, com isso poderiam reprogramar o dia de nascimento, criando o chamado Aniversário Cósmico do paciente conforme o signo desejado. Foi observada uma alta procura dentre os fãs do Cavaleiro do Zodíaco que queriam ter o signo de seu cavaleiro de ouro favorito.

O paciente Pedro que agora quer ser chamado de Petrus por causa da numerologia traz o seguinte depoimento: “Antes eu não me entendia, tinha traços de personalidade que não batiam com meu signo, era muito difícil ler o meu signo todo dia, os mapas astrais, tudo. Então eu ouvi dessa cirurgia que precisava de pessoas para testar, eu arrisquei e não me arrependo, sou uma nova pessoa, quero dizer, não sou uma nova pessoa”.

Já outra paciente, Silmara, diz se arrepender do procedimento: “Depois que mudei de signo, percebi que fiquei bem azarada, cheguei a romper meu relacionamento que durou quase 10 anos. Talvez os astros estejam me punindo pelo que fiz. Eu era feliz e não sabia, aprendi que não devemos interferir na nossa natureza cósmica”.

Críticos falam sobre os riscos de desenvolver câncer após as doses de radiação dessa técnica, e, com a notícia astrônomos ficaram atônitos com seus quase amigos astrólogos, argumentando que os astros observados falam do “passado imediato” de si mesmos ao invés de prever futuro humano, dada a distância deles para com a Terra a luz deles que chega até nós levaria uma determinada quantidade de minutos, por isso daqui não se observa sequer o presente dos próprios astros, quanto mais o futuro humano, se bem que mal dá para ver as estrelas nas cidades por causa da intensa iluminação artificial, assim fica difícil fazer aquele piquenique romântico à luz de estrelas.

Nesta matéria os sobrenomes das pessoas foram omitidos junto aos seus respectivos signos para prevenir bullying e possíveis processos. Enquanto isso, os defensores da cirurgia continuam a aprimorar seu quadro de previsões, se necessário eles recomendam até três ou quatro mudanças de signo para acertarem a personalidade do paciente. Até o fechamento dessa matéria nenhum paciente apresentou câncer, exceto se estivermos falando do respectivo signo.

Placebo: o melhor dos remédios

0

Você pode curar todas as suas doenças!

Isso mesmo que você leu, conheça o nosso novo método mais milagroso que pode curar todos os tipos de doenças. É isso mesmo que você leu, cura desde unha encravada até câncer! Além disso, nossa cura não tem efeitos colaterais!

Mas, que produto é esse que pode curar todas as doenças assim tão fácil?

O nosso novo produto, Placebo, vem se mostrado verdadeiramente eficaz. Pode ser encontrado na forma de comprimido, líquido para se ingerir via oral, agulhas que perfuram partes aleatórias do seu corpo, cristais supostamente mágicos, força de vontade ou meditação! Está deixando todos os médicos intrigados!

O que você está esperando? Adquira agora mesmo!

Está duvidando de mim? Então leia alguns relatos de como nossa cura é eficaz:

Dona Maria: “Nossa! Eu não sabia que era possível ficar boa de minha artrite tão rápido”.

Seu José: “Os médicos sempre diziam que era impossível eu ficar bom da osteoporose, mas graças ao Placebo depois de 3 anos eu consegui!”

Joãozinho “Tentei todos os tipos de tratamento para asma antes de chegar ao Placebo. Mas, agora eu estou curado, e ninguém consegue explicar”.

Mas, em quanto tempo o Placebo começa a fazer efeito, você deve estar se perguntando? Tudo depende! Pode ser que faça efeito no mesmo dia, pode ser que demore anos. Algumas vezes depende da forma de Placebo utilizada, e pode ser que você tenha que usá-lo acompanhado de medicamentos. Céticos dirão que é mentira, e que não contamos quantas pessoas morrem, mesmo usando Placebo, mas, todas as pessoas que ficaram boas com nosso Placebo recomendam!

Ao persistirem os sintomas recomendamos o uso homeopático de nosso produto porque ele logo funcionará.